Veracruz

Veracruz

Formatos disponiveis
13,30€
10,64€
-20%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-20%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
13,30€
10,64€
COMPRAR
I20% DE DESCONTO IMEDIATO
IEm stock - Envio imediato
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Olivier Rolin narra aqui uma misteriosa história de amor que tem como pano de fundo imaginado a cidade mexicana de Veracruz: um estrangeiro chegado a Veracruz, para dar conferências sobre Proust na Universidade, encontra uma cantora cubana por quem se apaixona.

Poucos dias depois, ela desaparece e ele recebe no hotel um manuscrito. Nesse manuscrito, quatro vozes contam quatro versões de uma mesma história de violência, sexo e morte.

Sem saber o que pensar, o homem espera sem fim. Muitos anos depois, do outro lado do mundo, ansiando por uma paz que não chega, esse homem escreve essa história.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«Rolin regressa assim aos seus temas preferidos: amor, morte, literatura; e às suas histórias de amor obsessivas (porque fora do mundo), trágicas (porque sinceras), talhadas no escuro do jogo de dados do acaso. […] E em Veracruz, mais uma vez, fá-lo muito bem.»
José Riço Direitinho, Público (4 ****)
«Extraordinariamente concisa, esta novela é um exemplo maior da arte narrativa de Olivier Rolin. [...] Entre vida e ficção, Olivier Rolin volta a criar um fascinante labirinto narrativo.»
José Mário Silva, Expresso(5 *****)

DETALHES DO PRODUTO

Veracruz
ISBN:978-989-676-196-7
Edição/reimpressão:09-2017
Editor:Sextante Editora (chancela)
Código:07249
Idioma:Português
Dimensões:152 x 235 x 10 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:96
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance
Olivier Rolin nasceu em França, a 17 de maio de 1947, e passou parte da sua infância em África. Deu-se a conhecer com o romance Phénomène futur (1983), sendo hoje um dos nomes mais respeitados do panorama literário francês. Em Portugal estão traduzidos os seus romances O bar da ressaca, A invenção do mundo, Porto-Sudão (Prémio Femina 1994), O cerco de Cartum, Tigre de papel (Prémio France Culture 2003 e finalista do Prémio Goncourt), Suite no Hotel Crystal, o relato de viagem O meu chapéu cinzento e o ensaio Paisagens originais. Olivier Rolin escreve também reportagens para vários jornais e é atualmente editor.
Um caçador de leões, publicado pela Sextante em 2009, foi finalista dos Prémios Goncourt e Renaudot no ano anterior. A Sextante publicou também Baku, últimos dias, O meteorologista e Veracruz.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK