O sexo inútil

O sexo inútil

avaliação dos leitores (9 comentários)
(9 comentários)
Formatos disponíveis
16,60€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
16,60€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Este é um livro sobre o que de mais profundo vive no coração da condição humana. Sobre o direito de nos tornarmos, perante nós e os outros, aquilo que somos. Plenamente e sem concessões. Para muitos leitores, estas páginas serão uma revelação, simultaneamente brutal e comovente, carregada de sofrimento, mas portadora também de gestos e testemunhos que alimentam e fortalecem a esperança. Trata-se, como se diria no século das Luzes, de um valioso contributo para a emancipação do espírito humano, para o alargamento das fronteiras do relacionamento exigente, cuidado e civilizado entre as pessoas, seja qual for a sua orientação sexual e género. Ana Zanatti sabe que cada um de nós tem de estar à altura da aventura da sua própria vida, que só nós podemos protagonizar, mas sabe também que é próprio da nossa condição humana a abertura para o outro, a solidariedade, a confidência, a entreajuda. Este livro celebra também a enorme coragem ética e cívica da sua autora. A sua confiança na força da justiça, que jorra da fonte interior do equilíbrio da pessoa em si própria, com os outros, com o mundo. Ana Zanatti escreve, num dado passo desta obra, que a sua ambição seria poder tocar as almas dos outros. Estou seguro de que isso foi completamente conseguido. Esta obra vai marcar profundamente muitas pessoas. Vai trazer-lhes luz, conforto e energia. Vai mudar muitas vidas. Talvez até ajudar a salvar vidas, que, sem a sua tonificante ajuda, se poderiam perder irreversivelmente.
Do prefácio de Viriato Soromenho-Marques
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

O Sexo Inútil, de Ana Zanatti (Sextante), não é uma "revelação literária". É puro combate, enumeração de silêncios e preconceitos, história de medos e amores. Vale a pena ler. Contra a banalidade.
Francisco José Viegas
Este livro afirma mais uma vez a coerência da Ana Zanatti. Mais uma vez a Ana fala sobre pessoas reais, na sua vida real. E dos temas que fazem a vida das pessoas reais. Agora sob a forma de um relato não ficcionado, um ensaio. Ana Zanatti já tinha mostrado que não tem medo de pegar em temas considerados difíceis. Sempre com sensibilidade, elegância, equilíbrio, dignidade. E que era capaz de fazê-lo de forma pioneira. Rasgando caminhos, abrindo portas.
São José Almeida
Neste livro mais do que um livro, Ana Zanatti, falando de si, fala de nós, interpela-nos no desafio de sermos o outro, assume a primeira pessoa como a palavra identitária contra a palavra «eles», essa que expulsa e condena. A autenticidade e a coragem desta escrita é a autenticidade e a coragem que devem merecer, que devem exigir, para além da lei, todas as pessoas LGBT, pessoas da cidade, que a autora sabe marginalizadas, ainda mergulhadas no sofrimento que cada palavra sua denuncia. Ler este livro é uma lição de vigilância. Afinal, quem não a entende será quem decide ficar fora da humanidade no seu sentido mais nobre.
Isabel Moreira

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Leitura necessária!
Mariana Afonso | 2021-03-08
Um livro baseado nas vivências a autora e nas histórias de muitas outras pessoas, com uma perspetiva real e crua, e uma mensagem forte sobre o estado do pensamento coletivo da nossa sociedade. Incentiva cada pessoa que o lê a aceitar-se a si própria, e a libertar-se de estereótipos. Faz-nos refletir sobre esses mesmos estereótipos da sociedade portuguesa, relativos à comunidade LGBTQ+, e ensina-nos um pouco mais sobre a realidade nacional. Muitas vezes lemos títulos sobre estes assuntos escritos por autores estrangeiros e realidades noutros países, e é necessário que leiamos obras portuguesas, que descrevam a nossa realidade. Uma excelente obra, com uma escrita fluida e apaixonante!
Essencial
Rodrigo Silva | 2021-03-07
Ana Zanatti, através da sua escrita intuitiva de fácil compreensão, apresenta-nos um livro brilhante que nos faz pensar que a realidade que percepcionamos é diferente para cada indivíduo. Um essencial para quem se interessa por Teoria de Género e Teoria Queer. Recomendo!

DETALHES DO PRODUTO

O sexo inútil
ISBN: 978-989-676-149-3
Edição/reimpressão: 07-2016
Editor: Sextante Editora (chancela)
Código: 07238
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 235 x 32 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 520
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Memórias e Testemunhos

sobre Ana Zanatti

Ana Zanatti nasceu em Lisboa em 1949. Ao longo de 47 anos tem exercido a atividade de atriz no teatro, cinema e televisão e foi, em simultâneo, durante 26 anos, apresentadora da RTP. Autora e coautora de canções, programas de rádio e televisão, documentários e séries, tradutora de peças de teatro, publicou o primeiro romance em 2003. Tem contos e poemas publicados em diversas antologias e colaborou com jornais e revistas, desde o extinto semanário SETE à revista literária Os meus livros, e às revistas Biosofia, Elle e Egoísta, entre outras.
Dedica-se a causas como a Condição Feminina (em 1984 foi uma das 25 mulheres escolhidas para representar Portugal, em Bruxelas, pela Comissão da Condição Feminina da CEE), Defesa dos Direitos LGBT, Conservação da Natureza e Defesa do Ambiente, Defesa dos Direitos Humanos e dos Animais. Recebeu os Prémios Rede Ex Aequo em 2009 e 2012 e o Prémio Arco-Íris em 2011.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK