Hotel Locarno

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
Formatos disponíveis
13,30€ I
10,64€ I
-30%
EM
STOCK
COMPRAR
-30%
EM
STOCK
13,30€ I
10,64€ I
COMPRAR
I 20% DE DESCONTO IMEDIATO + 10% EM CARTÃO
I EM STOCK

SINOPSE

Da solidão sem esperança do xerife de Rio Bravo à busca sem horizonte num lugar qualquer do Alentejo, treze contos em que se contam desencontros e incompreensões, como os quartos fechados de um hotel romano, sem portas de comunicação uns com os outros. Um conferencista que se precipita na memória de um nome amado, um cadete da marinha que faz da dissimulação o seu livre-trânsito para a liberdade, um diplomata incapaz de resistir ao perfume de uma baiana e de tolerar o aroma de um fruto tropical, uma criança que nunca será capaz de perdoar ao pai uma recusa que lhe nega a possibilidade de ser sujeito da História, são outras tantas almas desiludidas e errantes que se acolhem à sombra protetora do Hotel Locarno. De passagem. Rumo a outro hotel qualquer.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Contos Portugueses
Claudino Moura | 2017-05-25
Mega Ferreira é um grande escritor português. Neste volume, encontramos contos deste autor, alguns deles revistos, e que anteriormente tinham sido publicados em revistas ou outros meios. Como habitualmente, a escrita é depurada, com uma economia de palavras impressionante, o que salienta ainda mais o sentido e emoções em cada conta contidos. O título é mentira: não há nenhum conto que se situe ou em que se refira o Hotel Locarno, local real que o autor tanto aprecia e que os leitores conhecerão de outro volume de Mega Ferreira chamado "Roma".

DETALHES DO PRODUTO

Hotel Locarno
ISBN: 978-989-676-133-2
Edição/reimpressão: 04-2021
Editor: Sextante Editora (chancela)
Código: 07231
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 235 x 14 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 144
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Contos
António Mega Ferreira, escritor, gestor e jornalista, nasceu em Lisboa em 1949. Estudou Direito e Comunicação Social, foi jornalista no Jornal Novo, no Expresso, em O Jornal e na RTP, onde chefiou a redação da Informação do segundo canal. Foi chefe de redação do JL — Jornal de Letras, Artes e Ideias. Fundou as revistas Ler e Oceanos. Chefiou a candidatura de Lisboa à Expo’98, de que foi comissário executivo. Foi presidente da Parque Expo, do Oceanário de Lisboa e da Atlântico, Pavilhão Multiusos de Lisboa. S.A. De 2006 a 2012, presidiu à Fundação Centro Cultural de Belém. De 2013 a 2019, desempenhou as funções de diretor executivo da AMEC/Metropolitana. Tem cerca de 40 obras publicadas, entre ficção, ensaio, poesia e crónicas.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK