Perfumes

Perfumes

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
Formatos disponíveis
15,50€
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
15,50€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio 24H
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Em 63 vinhetas, que vão de «Abeto» a «Viagem», Philippe Claudel evoca outros tantos perfumes da infância e da adolescência. Cada evocação faz ressurgir um mundo esquecido do qual sobrevivem certos traços: o pai que se barbeia, o protetor solar da mãe, o cabelo sedoso das primeiras namoradas, a canela dos bolos e o vinho quente, o feno dos campos, o pulôver do tio…

Ao longo do livro desenha-se uma paisagem de abetos, de campos de terra negra e rios, e um mundo de gente simples e verdadeira regressa, pessoas que nasceram na mesma cama onde viriam a morrer.

Prestando-lhes homenagem, Claudel conta a sua própria vida, as suas origens, a sua Nancy natal, os seus pais e irmãs, como nunca o fizera antes.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Memória olfactiva
Fábio Lavos Martins |2017-11-16
Philippe Claudel é , definitivamente,um dos meus autores favoritos. Não só porque é, criativamente,um portento,como também porque é dotado de uma sensibilidade, delicadeza e inteligência como não há muitos. Este livro é uma irresistível compilação de pequenos textos ( 63), que partem de uma permissão que não é estranha para ninguém: a associação entre o aroma e o traço mnesico, as pessoas,os factos e os momentos. E Claudel fá-lo com a mestria e a beleza do costume. E não hesita em revelar-se.Um livro para ir relendo. Sublime

DETALHES DO PRODUTO

Perfumes
ISBN:978-989-676-117-2
Edição/reimpressão:03-2014
Editor:Sextante Editora (chancela)
Código:07226
Idioma:Português
Dimensões:152 x 235 x 12 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:160
Tipo de Produto:Livro
Escritor e argumentista, Philippe Claudel nasceu em Nancy, França, em 1962, e estreou-se na realização em 2008, com Il ya longtemps que je t’aime. A sua vasta obra foi também distinguida com inúmeros galardões e traduzida para cerca de trinta línguas. Destaca-se, para além de O Barulho das Chaves, Almas Cinzentas, vencedor do Prémio Renadout em 2003 e adaptado ao cinema, e A Neta do Senhor Linh, que está a ser adaptado ao cinema.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK