Este é o meu corpo

Este é o meu corpo

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
ISBN: 978-989-8093-00-4
Edição/reimpressão: 02-2010
Editor: Sextante Editora
Código: 07008
ver detalhes do produto
6,65€ I
-10%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
24H
EM
STOCK
6,65€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Em stock - Envio 24H

SINOPSE

Um corpo desfigurado de mulher aparece na margem de um rio. Pelas mãos de um médico legista, que pouco a pouco se apropria do cadáver, dialogando com ele, mergulhamos na história das personagens que contribuíram para esta tragédia. A autópsia deste corpo, que é também a autópsia de um crime, revela-nos os meandros da nossa fragilidade física e os reflexos da morte sobre os que continuam vivos.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

envolvente
S. Marcos | 2018-01-09
Mais uma ótima experiência pela a bela escrita de Filipa Melo. A nossa literária relação está a tornar-se um caso sério!...Apetece ler muito mais e mais e mais...
Uma pérola esquecida
N. Almeida | 2016-03-04
"Este é o meu corpo" é uma pérola injustamente esquecida. A escrita encantatória de Filipa Melo dá dimensões espirituais a cenas de difícil descrição. Altamente recomendável.

DETALHES DO PRODUTO

Este é o meu corpo
ISBN: 978-989-8093-00-4
Edição/reimpressão: 02-2010
Editor: Sextante Editora
Código: 07008
Idioma: Português
Dimensões: 139 x 201 x 15 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 186
Tipo de Produto: Livro

sobre Filipa Melo

Filipa Melo nasceu no Cuíto em 1972. É jornalista desde 1990 – altura em que integrou a equipa fundadora da Visão. Colaborou em diversas publicações, Expresso, Grande Reportagem, Ler, Público (foi responsável pela edição do suplemento Mil Folhas), Diário de Notícias e O Independente. Na televisão foi jornalista e editora de vários programas e, em 2013, assinou a autoria e apresentação de Nós e os Clássicos, na SIC Notícias. Estreou-se na ficção com o romance Este É o Meu Corpo (2001), traduzido em sete línguas. Em 2015, dirigiu a revista Epicur e, no mesmo ano, publicou o livro de reportagem Os Últimos Marinheiros. Seguiu-se O Dicionário Sentimental do Adultério, na Quetzal, em 2017. Atualmente, assina crítica literária na revista Ler e nos jornais Sol e "i", coordena e ministra uma pós-graduação em Escrita de Ficção, na Universidade Lusófona, em Lisboa, e é vogal do conselho diretivo da Fundação Dom Luís I (Cascais).
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK